O 5° Jantar Nómada by LNL: Viva Luanda Restaurantes

Viva Luanda, Cruzeiro, Luanda - Luanda
 04/10/2019

Ir ao Viva Luanda era quase uma obrigação dadas as distinções que o LNL e o Clube Nómada lhe têm atribuído.  Infelizmente escolhemos mal a data, logo a seguir a um prolongadíssimo fim-de-semana, com a agravante de a direção do restaurante ter demorado uma eternidade a nos dar o menu com o respetivo preço. Isso deixou-nos muito pouco tempo para a promoção do jantar com óbvios prejuízos para todos os envolvidos na organização. Quem não ficou prejudicado foi quem foi ao jantar pois acabou, inadvertidamente, num jantar intimista. Como muitos dos que faz o Hildérico, mas aqui com muito mais vinho… e de qualidade!

Depois de toda a gente sentada arrancamos com um espumante rosé proveniente da Bairrada. A Baga tinha, é claro, de estar presente, mas neste caso na companhia da mais famosa Merlot. O nome do vinho, Basta!, não nos dizia nada, mas o projeto dos produtores criou-nos boas espectativas. Não saíram goradas, mas também não nos encheu as medidas isto porque estávamos à espera de um espumante mais divertido, que na nossa imaginação seria mais vibrante e guloso. Cumpriu no entanto muito bem a harmonização com o Tartar de salmão fumado com abacate e frutos secos onde, para estar perfeito precisaria de um elemento que lhe trouxesse um pouco mais de frescura, no resto, quantidade e qualidade dos produtos, estava ótimo.

Seguidamente tivemos o primeiro duelo da noite, Bacalhôa versus Cartuxa, brancos de 2016. Sem comida, o setubalense estava a ganhar com distinção ao alentejano, a fruta evidenciada associada a umas ligeiras notas da madeira, onde parte do vinho estagiou, ganhava facilmente ao registo mineral e maís acídulo e sem o estágio em madeira a ajudar. No entanto, tal como já diversas vezes chamamos à atenção, a acidez nos vinhos brancos é essencial e isso viu-se claramente neste caso. Com a comida o Bacalhôa, mais perfeitinho e agradável sem ela, começou a fraquejar ao invés do Cartuxa, que mesmo não sendo brilhante nos sabores aguentou na perfeição o embate com a comida começando a mostrar outras notas bem mais interessantes e que estavam escondidas pela mineralidade pungente. Acabou pois num empate técnico este primeiro duelo. Os Medalhões de perca em cama de juliana da horta e molho de iogurte e alcaparras foi para nós o menos conseguido da noite.

O segundo duelo da noite veio logo de seguida: Qta S. Sebastião Reserva vs Reserva do Comendador, tintos de 2014. Também aqui o equilíbrio foi a nota dominante e a única forma que encontrámos para declarar o vencedor foi pelo número de garrafas consumidas e aí ganhou o Reserva do Comendador, que está realmente num belo momento de forma, provavelmente o seu apogeu, necessitando no entanto de uma prévia decantação para o atingir. O S. Sebastião ainda terá mais uns anos a evoluir favoravelmente e é uma excelente companhia para pratos como o que foi servido: Pirâmide de carré de borrego com puré de abobora e azeitonas e tomate confitado. A acidez do vinho com uma pequena adstringência dos seus taninos ligam muito bem com cordeiro, como liga com cabrito ou pato. Um prato tradicional para este vinho poderá ser a Cabidela de Cabrito.

Para o final ficaram os docinhos, um muito agradável Cheesecake de frutos vermelhos e hortelã a ser acompanhado por um LBV já bem velhinho, Quinta de Sá de Baixo 2001, mostrando que também eles sabem envelhecer. Havia no entanto clara diferença entre as garrafas por causa das rolhas. Podem achar estranho, mas é mesmo assim, com a idade, a forma como as rolhas se aguentam pode fazer toda a diferença na evolução do vinho.

NOTA: Estes artigos serão escritos a quatro mãos de forma a transmitirmos as várias sensibilidades colhidas durante o evento. Alguma incoerência pode pois aparecer na apreciação de algumas situações.

Sobre os Jantares Nómadas by LNL: Esta iniciativa é uma colaboração entre o LNL e o Clube Nómada, do conhecido escanção Hildérico Coutinho, onde saem todos a ganhar: o LNL escolhe o restaurante, o chef escolhe os pratos, o Clube Nómada escolhe os vinhos e você, leitor, usufrui! Como funciona: durante o jantar é servido um menu de degustação de 4 pratos; cada prato é harmonizado com um vinho diferente. Pelo caminho há sempre algumas supresas...

Características

  • Aceita cartão Visa/Mastercard
  • Evento profissional
  • Eventos
  • Experiência Premium
  • Jantar romântico
  • Ocasiões especiais
  • Preferido do LNL
  • Vinho a copo

Cozinhas

  • Portuguesa

Localização

Comentários (0)

Novo Comentário

Contactos

1 pessoas marcaram este sítio