Restaurante Batuk Restaurantes

Restaurante Batuk, Lobito - Benguela
4,8 | $$$
 22/01/2019

Aberto no Cacimbo de 2018, o Batuk já se tornou num dos melhores restaurantes na província de Benguela e uma das melhores aberturas neste ramo a nível nacional. É um espaço convidativo, sem compromisso com o tempo, elegante e relaxante; é um sítio para se deixar estar, para contemplar o Atlântico e as ocasionais baleias que se passeiam pelas águas da Restinga do Lobito. A dada altura, numa recente viagem a Benguela, reparamos que tinhamos estado no Batuk várias horas seguidas – abrimos o apetite com um mergulho no princípio da tarde, navegamos por várias entradas e vários pratos principais, degustamos sobremesas feitas com fruta da terra e no fim ainda apreciamos um belíssimo pôr do sol. O Batuk é este tipo de espaço.

Decoração e Layout

Amplo e arejado, o Batuk é um dos espaços mais bonitos e bem concebidos na Restinga.  À entrada, as vitrinas recheadas de produtos frescos, muitos deles locais, dão a entender o tipo de comida que se serve aqui: peixe e carne de muito boa qualidade, acompanhadas por vegetais e frutas da zona. Os olhos são depois atraídos pelo design do restaurante, onde encontrará três ambientes: a sala de jantar interior, com amplas janelas que dão para a longa esplanada, onde é possível petiscar ou ter uma refeição à sério, e, ao fundo, a praia com o extenso areal lobitanga. 

De realçar que o Batuk também tem serviço de praia e dispõe de várias espreguiçadeiras.

Comida e Bebida

Já visitamos este espaço várias vezes em diversas ocasiões, mas não nos esquecemos da nossa primeira refeição aqui: Polvo à lagareiro e uma Tranche de garoupa com quitaba e crosta de broa, num prure de ginguba e batata doce. O polvo, apanhado localmente, quase que se desfazia na boca; foi dos melhores que já comemos há vários anos. Já a garoupa, também ela fresquíssima, estava deliciosa com aquela crosta de broa e combinava lindamente com o puré misto de jinguba e batata doce. A cozinha está a cargo de Pedro Teixeira, o chef da casa, que já trabalhou no Viva Luanda e na Roça das Mangueias, ambos em Luanda.

Apesar dos ingredientes locais (e principalmente o peixe) serem as estrelas do menu, também encontrará opções mais clássicas: carpaccio de carne com salada e generosas lascas de queijo parmesão, bife de vazia grelhado mesmo no ponto,  barriga de porco assado em baixa temperatura, diversos mariscos, e mais. Os especiais do dia mudam constantemente e dependem muito do mercado, do que se conseguiu apanhar no dia, e da inspiração do chef. 

Na garrafeira do Batuk predominam diversos vinhos portugueses, e a carta de cocktails faz bom uso do aguardente local (Caxaramba) bem como outras criações clássicas e inovadoras da equipa de bar. 

A Reter



  • Serviço simpático e atencioso;

  • Ambiente descontraído e elegante, com linda vista para o mar;

  • Comida variada e deliciosa, focada em produtos frescos e locais;


A Melhorar



  • Há que ter em conta que os preços são "de Luanda": é dos restaurantes mais caros do Lobito. Na generalidade, valem a pena pela qualidade da comida, mas achamos que há alguns excessos;

  • Quando o restaurnate está cheio, o serviço pode ser demorado;

Características

  • Bom para comer sozinho
  • Bom para crianças
  • Bom para grupos
  • Esplanada
  • Estacionamento
  • Eventos
  • Experiência Premium
  • Jantar romântico
  • Local a beira-mar
  • Ocasiões especiais
  • Permitido fumar
  • Praia
  • Preferido do LNL
  • Vegetariano
  • Vinho a copo
  • Vista bonita

Cozinhas

  • Angolana
  • Portuguesa

Preços

  • KZ 0,00

Localização

Comentários (1)

  • Mariama ciré mo Alpha baldéJan 2019

    Ta Lindo gosté

Novo Comentário

Horários

  • Monday 9 AM - 12 AM
  • Tuesday 9 AM - 12 AM
  • Wednesday 9 AM - 12 AM
  • Thursday 9 AM - 12 AM
  • Friday 9 AM - 12 AM
  • Saturday 9 AM - 12 AM
  • Sunday 9 AM - 12 AM
3 pessoas marcaram este sítio