Roteiro LNL: Visita à Tundavala Guias

Tundavala, Mapunda, Lubango - Huíla
 08/10/2018


20 Agosto, 2018

Escrito por Sandra Santos

E a cidade jardim está em festa. As celebrações alusivas à padroeira da cidade, a Nossa Senhora do Monte, começaram dia 4 de Agosto e até ao fim do mês há 1001 coisas para fazer e outras tantas para provar. O primeiro passeio desta série de artigos, vai levá-lo à Fenda da Tundavala, uma das 7 maravilhas de Angola.

Mas antes de chegarmos aos penhascos onde termina o planalto central, o LNL sugere algumas delícias que lhe podem ajudar a ter o fôlego necessário para encarar, a plenos pulmões, os 2.200 metros de altitude.

O acesso à Tundavala é feito apenas pela estrada da Mapunda, a menos que seja um exímio alpinista e queira ir até à Bibala, Namibe e aventurar-se a subir 1.200 metros de escarpa. Se não for o caso, alegre-se, afinal é também nesta estrada que se encontra o Pululukwa Resort & Spa e as suculentas rabanadas de noz.

Temos pena que nos esteja a ler e não a ouvir. Pois as Rabanadas de noz requerem uma entoação solene.. tom de voz baixo, pausado… tão pausado quanto o movimento de cada colherada desta delícia, onde a rabanada é feita com bolo de noz, gentilmente regada (mantenha o foco na entoação) com puré de banana e…uma bola de gelado de baunilha.

Originalmente, esta viagem de sonho para o palato é uma sobremesa. O LNL faz uso dela como pequeno almoço, lanche, antidepressivo ou presente de Natal. Qualquer momento é bom.

Não sendo muito chegado a doces, um pouco mais à frente, sempre na estrada da Mapunda, encontrará a Fábrica de Cerveja NGOLA, onde pode, mediante marcação prévia, degustar a cerveja directamente da fonte, fazer uma visita guiada e saber um pouco mais sobre o processo da fabricação da NGOLA. Contacte a HOTOUR, Associação de Promotores e Operadores de Turismo, via Facebook para mais detalhes.

Se nem uma coisa nem outra enche as suas medidas que tal um queijinho recentemente fabricado ou um leite fresco? Le Chalet – já ouviu falar?

É uma fazenda dedicada à produção de iogurtes, queijo, manteiga, leite do dia, ovos, mel e enchidos.

Todas estas delícias podem ser provadas e compradas logo na entrada da fazenda, numa pequena casa de madeira pendurada na montanha, no melhor estilo Suíço, com uma varanda/esplanada cheia de flores e ao som do mais variados pássaros. Afinal, a Huíla é a planície dos pássaros por algum motivo.

Ao entrar na estrada da fazenda, vá devagar. Preste atenção ao chão e aos arbustos. É muito frequente ver um Otchicocovando (lagarto colorido) a passar ou um pequeno camaleão num dos ramos.

Agora sim estamos prontos para seguir viagem e desfrutar da barragem, da cascata e finalmente da majestosa Fenda da Tundavala. Respire fundo, o mais fundo que conseguir. Várias vezes. E se quiser faça um desejo. Você está pertinho do céu.

Já a caminho da cidade, assim que acabar a estrada de pedra e começar o asfalto, atenção! Do seu lado direito está a casa da D. Fernanda. Peça indicações. Ela faz pão, broa e arrufadas no forno a lenha. Use a manteiga que comprou no Le Chalet e deixe-a derreter num pão acabado de sair do forno. Ela também faz suspiros, bolinhos secos e comercializa doces caseiros feitos por uma amiga.


De volta ao pouso, eis o resultado do nosso passeio – talvez uns quilinhos a mais, mas dentro de um corpo em paz de espírito.


Características

  • Animais selvagens
  • Bom para crianças
  • Bom para grupos
  • Visita guiada
  • Vista bonita

Cozinhas

  • Angolana

Localização

Comentários (0)

Novo Comentário

Contactos

0 pessoas marcaram este sítio